[ / / / / / / / / / / / / / ] [ dir / b2 / chori / dempart / marxism / polru / tingles / vg / vichan ]

/27chan/ - 27chan

A união faz o meu pinto crescer

Catálogo

Winner of the 80rd Attention-Hungry Games
/otter/ - Otter For Your Soul

THE INFINITY CUP IS COMING BACK
May 2019 - 8chan Transparency Report
Nome
E-mail
Assunto
Comentário *
Arquivo
Senha (Randomized for file and post deletion; you may also set your own.)
* = obrigatório[▶ Opções e restrições de postagem]
Confused? See the FAQ.
Inserir
(substitui os arquivos e pode ser usado no lugar deles)
Opções

Tipos de arquivos permitidos: jpg, jpeg, gif, png, webm, mp4
O tamanho máximo da imagem é de 16 MB.
As dimensões máximas da imagem são de 15000 x 15000.
É possível fazer o upload de 5 arquivos por postagem.


repórtein u cansêr!!!11onzi

File: a12da21b3086d9a⋯.jpeg (93,81 KB, 780x490, 78:49, image_large.jpeg)

 No.2162[Responder]

Um exemplo para o resto dos outros times.

Gaviões da Fiel diz que associados eleitores do bostanazi 'podem se retirar' da torcida

Presidente da organizada do Corinthians, que conta com 112 mil sócios, diz que apoio ao candidato de extrema-direita vai contra a luta por democracia que marca o passado da torcida

São Paulo – Em nota assinada pelo presidente Rodrigo Gonzalez Tapia, o Digão, a Gaviões da Fiel – maior torcida organizada do Corinthians – se posicionou contra o candidato Jair bostanazi (PSL), afirmando que os associados que sejam apoiadores do presidenciável de extrema-direita vão contra a ideologia e história da própria agremiação. Digão lembra que a torcida foi criada em 1969, durante a ditadura civil-militar. "Você sabe que no período da nossa fundação tínhamos como principal objetivo derrubar um ditador dentro do nosso clube? Você sabe que os nossos fundadores sofreram muita opressão por levantar a bandeira em favor da democracia e dos direitos do povo?", questiona.

Atualmente, a Gaviões conta com 112 mil associados. De acordo com o presidente, apesar de a entidade abrigar associados "de diversas classes sociais", a luta continua. "Somos uma torcida que defende os direitos do nosso povo. Não podemos deixar que o nosso maior representante seja contra nós e tudo aquilo que lutamos", acrescenta.

O presidente da torcida sugere até que os associados apoiadores de bostanazi saiam da torcida. "Vocês que apoiam um cara que vai contra todas as nossas ideias e jogam no lixo o nosso passado de muitas lutas, por favor, repensem sobre sua caminhada dentro da torcida. Se está na Gaviões por interesse pessoal, se retire. Pode passar lá no vip e assinar a carta de saída", diz.

A Gaviões da Fiel participou ativamente de mobilizações sociais ligadas à democracia, como pelo direito de votar para presidente (Diretas Já), pela anistia de presos e exilados políticos da ditadura civil-militar, por uma gestão democrática dos clubes de futebol e contra o monopólio das coberturas esportiva em TV aberta pela Rede Globo. Mais recentemente, a organizaA postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.

1 postagem e 1 resposta com imagem omitidas. Clique em Responder para visualizar.
Última edição em

 No.2280

File: 4eb7945f93921b7⋯.jpg (143,52 KB, 1024x585, 1024:585, OPA-1024x576-1024x585.jpg)

Torcidas do Corinthians e Santos dizem Fora bostanazi

Duas das principais torcidas organizadas do Brasil se manifestaram na noite do último sábado (20) contra o candidato do PSL à Presidência da República, Jair bostanazi. A Gaviões da Fiel, torcida do Corinthians e a Torcida Jovem, do Santos, lançaram nota em seus respectivos sites rechaçando qualquer intenção de voto no candidato que classificaram de “antidemocrático”. As manifestações deixam ainda mais claro o que já era evidente: as classes populares repudiam bostanazi; e o futebol, como parte fundamental da cultura popular nacional, pertence ao povo e não à direita. A manifestação das torcidas paulistas também representam um chamado a todas as demais torcidas para que se posicionem concretamente contra bostanazi e todos os golpistas; e para que formem comitês de autodefesa contra os fascistas e a extrema-direita. Leia a seguir a íntegra das notas da Gaviões e da Torcida Jovem.

--

NOTA OFICIAL – POSIÇÃO DOS GAVIÕES DA FIEL SOBRE CANDIDATO ANTIDEMOCRÁTICO

Foi misturando política e torcida que, em 1969, alguns jovens Corinthianos fundaram o que viria se tornar a maior torcida organizada do país, os Gaviões da Fiel. Em uma época marcada pela fortíssima repressão da Ditadura Militar, aqueles torcedores decidiram se unir para lutar contra Wadih Helu, então presidente do Corinthians e também político do regime.

Ao declararem a contrariedade ao regime que impedia toda e qualquer liberdade de expressão, os primeiros jovens Gaviões foram perseguidos e, por vezes, espancados pelos capangas do cartola e político.

Foi misturando política e torcida que, em 1969, alguns jovens Corinthianos fundaram o que viria se tornar a maior torcida organizada do país, os Gaviões da Fiel. Em uma época marcada pela fortíssima repressão da Ditadura Militar, aqueles torcedores decidiram se unir para lutar contra Wadih Helu, então presidente do Corinthians e também político do regime.

Ao declararem a contrariedade ao regimA postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.




File: 9e6f6151278b941⋯.jpg (61,65 KB, 1024x585, 1024:585, 2017-10-24t131947z_1045406….jpg)

 No.2279[Responder]

Pra quem ainda não sabe para o que a Operação Lava Jato realmente serve:

Lava Jato entregou 70% dos investimentos privados em infraestrutura ao imperialismo

Da redação – A Operação Lava Jato, criada pelo imperialismo como um dos mecanismos fundamentais do golpe de Estado, tem como um dos principais objetivos entregar os recursos nacionais aos monopólios estrangeiros.

Segundo um estudo da Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica (Sobeet), em 2010 a percentagem dos investimentos privados em infraestrutura no País era de 27%. Com o início do golpe, em 2012, e o começo oficial da Operação Lava Jato, em 2014, as empresas brasileiras foram sendo perseguidas e sucateadas até que, atualmente, os monopólios estrangeiros já controlam 70% dos investimentos privados nesse setor.

O crescente domínio imperialista, alimentado pela Lava Jato, é visto especialmente nos setores de petróleo e gás, eletricidade, água, transporte e comunicações.

A própria imprensa golpista reconhece que foi o golpe de Estado, com a Lava Jato e a destruição da economia nacional, que levaram ao cenário de profunda espoliação das riquezas brasileiras.

Empresas nacionais, como as construtoras, principalmente a Odebrecht, foram destruídas a mando do imperialismo, que não quer nenhum tipo de concorrência. Em 2010, os investimentos nacionais em infraestrutura eram de US$ 142 bilhões, e hoje eles não passam de 49,3%.

Em um provável governo de Jair bostanazi a tendência é que a espoliação dos recursos nacionais aumente de maneira dramática, com a entrega total das riquezas aos seus patrões imperialistas. O movimento popular, principal prejudicado pelo saque imperialista, deve se mobilizar imediatamente com a palavra de ordem “Fora bostanazi e todos os golpistas”, já que seu governo será o aprofundamento do golpe e da dominação imperialista.



File: 3a75e33a216054d⋯.jpeg (67,19 KB, 1024x585, 1024:585, 1537062460-1024x650-1024x….jpeg)

 No.2278[Responder]

OEA volta ao Brasil para validar a fraude no 2º turno das eleições

Da redação – A missão de acompanhamento eleitoral da Organização dos Estados Americanos (OEA) voltou ao Brasil para legitimar a fraude no 2º turno das eleições mais farsescas da história do País.

O órgão confirmou ontem (21) sua participação na segunda volta dos comícios, que ocorrerá no próximo domingo (28).

No 1º turno a OEA acompanhou o processo pela primeira vez na história do Brasil, convidada pelo governo golpista, com o claro objetivo de validar a fraude nestas eleições, legitimando assim o golpe de Estado e seu aprofundamento.

Naquela ocasião, a instituição afirmou que as eleições foram limpas e que não é possível questionar a urna eletrônica. Nada foi dito da prisão e impedimento do ex-presidente Lula, principal candidato do povo à presidência. Nada foi dito das inúmeras ocorrências de manipulação das urnas eletrônicas por todo o País. Nada foi dito da impossibilidade de 3,5 milhões de brasileiros votarem, entre muitas outras irregularidades já listadas por este diário.

É preciso lembrar que a OEA é um órgão criado pelo imperialismo norte-americano para que este controle política e diplomaticamente os países da América Latina. A mando dos EUA, Cuba foi expulsa da organização logo após a Revolução de 1959, por, supostamente, violar os princípios democráticos da Carta.

Antes disso, a OEA havia apoiado o golpe de Estado na Guatemala, em 1954, que derrubou o presidente nacionalista Jacobo Arbenz, e depois apoiou todas as ditaduras do continente. Mais recentemente, a OEA é um dos mecanismos mais utilizados pelo imperialismo para pressionar e, possivelmente, intervir militarmente na Venezuela, justamente com a desculpa de que as eleições naquele país seriam farsescas.

Percebe-se a quem a OEA serve, e sua hipocrisia. Trata-se, em última instância, de uma evidente intervenção imperialista no processo eleitoral brasileiro. Ou seja, a presença da OEA para validar a fraude das eleições em meio a um golpe de Estado, em sA postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.



File: a2de457661b3c33⋯.jpg (285,95 KB, 1000x563, 1000:563, The-economist.jpg)

 No.2277[Responder]

EUA: Produção Industrial Avança Tão Celeremente Quanto Um Poderoso Titanic

José Martins, da redação

O que seria da crítica da economia (e da poesia que necessariamente a acompanha) se as relações sociais de produção não se assentassem em um preciso sistema de contradições?

A comprovação deste fato pode ser presenciada diariamente no movimento prático das diversas esferas deste regime social de produção. Observemos as duas principais.

O que acontece, por exemplo, neste momento, na esfera improdutiva dos mercados financeiros e de capitais, de um lado e, de outro, na esfera da produção industrial?

Exatamente uma contraditória unidade de duas diferentes esferas de valorização do capital.

De um lado, a esfera do capital produtor de juros, dividendos e de outras incontáveis formas de capital fictício, os populares “ativos financeiros”, etc.

De outro lado, no chão duro das fábricas, minas e plantações, a esfera do capital produtor de lucro (mais-valia). A primeira improdutiva, a segunda produtiva.

Nesta quinta-feira (19) essa unidade desdobrou-se em uma persistente continuidade daquelas turbulências no mercado de capitais que tratamos no boletim anterior (http://criticadaeconomia.com.br/alerta-wall-street-apertem-o-cinto-o-federal-reserve-enlouqueceu/).

As ações voltaram a cair drasticamente. O índice Dow Jones Industrial caiu 314 pontos, liderada por quedas na Caterpillar e na Apple. O S & P 500 caiu 1,4%. O Nasdaq Composite recuou 1,9 por cento.

Os declínios de quinta-feira aumentaram as perdas acentuadas do mercado no mês. O Dow e o S & P 500 caíram mais de 4% cada, enquanto o Nasdaq caiu mais de 6,5% em outubro.

A postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.


File: 0408ccfd3028388⋯.jpg (67,34 KB, 1024x585, 1024:585, macri-1024x683-1024x585.jpg)

 No.2276[Responder]

Convém esclarecer aqui que a direita nunca foi a favor do armamento do povão: apenas da classe média, da burguesia e do aparato repressivo estatal que serve aos interesses da burguesia. A maior parte da esquerda se esquece disso, ou simplesmente não sabe.

Na Argentina do desarmamento, empresário tem até granada, e o povo está desarmado

Na argentina, o empresário Alfredo Coto, dono de uma famosa cadeia de supermercados foi indiciado, juntamente com seu filho Alemão, por ser proprietário nada menos do que um legítimo arsenal de guerra. Dentre as acusações, contam: “posse ilegal de materiais explosivos”, “coleção de armas de fogo, partes e munições” e adulteração ou supressão de registro de arma.

O empresário foi responsabilizado penalmente por cometer graves delitos, tendo por consequência perdido o direito ao uso de armas, assim como sua empresa (que pode não tem permissão para uso coletivo). Ao que tudo indica, o empresário estava se preparando para uma verdadeira guerra, visto que: mais de 200 granadas, 41 projéteis de gás lacrimogêneo, 27 armas de fogo, sprays de pimenta, 3800 munições, silenciador, 14 coletes à prova de balas, 22 capacetes, entre outras coisas foram encontradas. Dentro da profusa armaria, havia inclusive armamento de uso exclusivo das forças de segurança – cujo uso é proibido para qualquer cidadão que não os integre. Diversas armas raspadas e com licenças expiradas também foram encontradas. Dentre as várias explicações dadas por Coto em suas apresentações judiciais, ele afirmou que não tinha como controlar tudo em sua empresa, que poderia haver um “excesso de confiança” nas “agências de segurança” e que, de qualquer forma, ele havia sofrido violência o que o levou a se armar.

De acordo com a resolução assinada pelo juiz federal Sebastián Ramos, Coto terá que desembolsar três milhões de pesos, além do fato de que seus crimes podem colocá-lo anos encarcerado. Na questão do arsenal bélico, por exemplo, a previsão da pena é de 4 a 10 anos de reclusão, e a adulteração da numeração, pode leva-lo ao cárcere por 3 a 8 anos. Num ensaio oral, eles poderiam implicar sentenças de conformidade efetiva. Embora tenha provas cabais, o juiz não encontA postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.

Última edição em


File: 27c1a6113589c51⋯.jpg (98,62 KB, 1024x585, 1024:585, bolso-1-1024x576-1024x585.jpg)

 No.2274[Responder]

O “ídolo popular” que não sai de casa

As fraudes nas eleições no segundo turno também estão se completando. O candidato mais votado ou que mais apareceu nas urnas eletrônicas, Jair bostanazi, registrou mais de 40 milhões de votos.

Este resultado, fictício, fez com que ele aparecesse como o candidato mais popular do país. É uma fraude, uma manipulação que não é corroborada de maneira prática pela própria campanha dele.

bostanazi, o popular, não faz campanha de rua, não vai ao encontro “das enormes massas populares” que o apoia. Já declarou que não vai aos debates.

Sua campanha eleitoral se resume a publicar frases no Twitter e aparecer em vídeos gravados em sua residência no Rio de Janeiro.

Em suma é uma campanha artificial, é um “ídolo” popular artificial, fabricado pela máquina de manipulação das eleições que começa com a imprensa golpista e é justificada pelos votos que aparecem na urna eletrônica, manipulados direta ou indiretamente.

O frenesi que é provocado pelas eleições cegou boa parte do eleitorado, em especial a esquerda pequeno burguesa. O principal candidato das eleições, este sim, o mais popular, o candidato que de fato ganharia as eleições, não está participando.

Lula sim, levava multidões por onde passava e de fato tem dezenas de milhões de votos. bostanazi não passa de um fantoche da burguesia que está sendo utilizado de última hora porque o candidato do golpe não deu conta do serviço.

O que vale é a mobilização popular. O voto é uma formalidade que para ter validade precisa ter o respaldo popular. A popularidade de Lula não acabou porque ele não está participando das eleições. Voto em si, não garante popularidade.

O frenesi eleitoral acaba logo após o voto digitado na urna.

 No.2275

File: ea7c55cc38b20cc⋯.jpg (52,5 KB, 1024x585, 1024:585, bozo-1-1024x682-1024x585.jpg)

Posa de machão mas quando vê uma faca se borra de medo. Esse é o tal "bozomito".

bostanazi: tão popular que não quer sair na rua por medo de ser esfaqueado

As eleições de 2018 vão ficar na história pela criação de fraudes grotescas, como a candidata de direita Janaína Paschoal, desconhecida da população pobre, que é a maioria absoluta da população do Brasil, mas conseguiu ser a deputada mais bem votada na história, com dois milhões de votos para deputada.

Candidatos da direita, desconhecidos, ao governo do Rio de Janeiro e Minas Gerais, que surpreendendo os Institutos de pesquisas, conseguiram aumentar suas intenções de votos em mais de 100% em apenas um dia, na véspera da eleição.

E o mais grotesco, o candidato golpista a presidência da República, Jair bostanazi, que sendo o candidato com maior número de rejeição entre todos os candidatos, quase 50%, recebeu quase 50% dos votos no primeiro turno.

Uma clara fraude eleitoral, com o intuito dos controladores golpistas da eleição de 2018 se apresentar como sendo a aprovação do povo aos candidatos do golpe, e com isso fortalecendo a extrema-direita no país.

A fraude é tão explícita, que Jair bostanazi que é apresentado como um fenômeno popular, alegou que não iria ao debate do segundo turno entre os presidenciáveis por temer um atentado.

Ou ainda, que não pode mais sair às ruas, pois facilitaria que seus inimigos o matassem.

Tirando a bravata do tipo bolsonariana de que o PT quer matá-lo, bostanazi não pode sair às ruas porque sua popularidade é uma ilusão criada pelas máquinas de manipulação eleitoral.

Ao contrário de Lula, que de fato é popular, aonde vai, uma multidão o acompanha, bostanazi é um elemento desprezado pela população em geral, não passa de uma caricatura fascista que por motivo da crise entre os golpistas, a direita precisou inflá-lo eleitoralmente para impedir uma vitória eleitoral do PT.

A postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.



File: a1cef28f9c0c8c6⋯.jpg (31,07 KB, 500x281, 500:281, internet-e-robos-1024x768-….jpg)

 No.2272[Responder]

bostanazi não tem apoio popular: maioria de menções sobre ele no Twitter é feita por robôs

As eleições foram totalmente fraudadas. O candidato que possivelmente irá ganhar as eleições, Jair Messias bostanazi, não tem apoio popular real, ao contrário de Lula por exemplo.

Grande parte do “apoio” à bostanazi nas redes sociais é realizada por robôs. Segundo a Diretoria de Análise de Políticas Públicas (DAPP) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), na semana entre o dia 10 e 16 deste mês, foram avaliadas mais de 850 mil publicações de robôs.

Foi o mesmo esquema utilizado por Donald Trump nos Estados Unidos, mas também pela grande maioria dos políticos burgueses. A força dele está no dinheiro, então elaboram esquemas do tipo para fingir uma “popularidade”.

Isso só comprova: as eleições são uma farsa, e foram fraudadas. Os políticos que ai estão não foram colocados pelo voto, nem muito menos por apoio popular, mas por conta de todas as manobras elaboradas nas eleições do golpe.



File: 5678ff26099a7d3⋯.jpg (96,95 KB, 1024x585, 1024:585, lula-2-1024x500-1024x585.jpg)

 No.2270[Responder]

Seguro-desemprego? Vai acabar. Demissão por justa causa? Vai acabar também. Seu chefe poderá te demitir sem razão nenhuma. Não tem dinheiro guardado? Você que se foda passando fome. Ministério do Trabalho? Já era, agora será Ministério do Patronato. Você passa fome e fica quietinho sem poder recorrer. E se reclamar, tem ainda a polícia e os milicos pra te espancar (ou até mesmo te matar) por ser "comunista".

Thanks bozonaristas!

Com golpe, patrões estão mais a vontade para coagir trabalhadores

Da redação – A vida dos trabalhadores brasileiros já não era fácil, pelo contrário, estão sempre sujeitos aos mais diversos tipos de abuso e opressão.

Advertências, descontos indevidos do salário, sobrecarga de trabalho, jornadas de trabalho exaustivas, ambientes insalubres, assédio moral e sexual, até agressões físicas, isso era regra antes do golpe de 2016 contra a presidenta eleita Dilma Roussef.

Mas agora com o avanço do golpe o que era terrível esta ficando pior, pode ficar pior? Infelizmente pode.

As denuncias de abuso por parte de empresários contra seus empregados aumentou 1.500%, eles agora se sentem mais a vontade para arrancar o couro de seus empregados, pois Ministério do Trabalho, Polícia e Judiciário estão dominados por agentes de seu interesse.

O descaramento é tão grande que eles inclusive fazem vídeos do abuso, tentando passar a impressão de que os próprios trabalhadores estão apoiando o interesse que é exclusivo do empresário, veja o caso do dono das lojas Havan, conhecido sonegador de impostos e carrasco de seus empregados.

A única forma de deter esses abusos é através da união dos trabalhadores em uma frente operária para derrotar os golpistas, nas ruas, nas fábricas, em todo lugar, eles só iram parar quando sentirem o peso da mão do trabalhador sobre suas cabeças.

Vamos a luta!

Última edição em


File: c44425d52c1ff63⋯.jpg (93,8 KB, 629x480, 629:480, direita br.jpg)

 No.2065[Responder]

Se tem uma imagem que resume a direita brasileira, é essa aqui.

(USUÁRIO BANIDO POR ESTA MENSAGEM)
12 postagens e 9 respostas com imagem omitidas. Clique em Responder para visualizar.

 No.2267

File: 436628197112220⋯.jpg (37,4 KB, 620x431, 620:431, 4366281971122207c2b11edfc6….jpg)

File: 3b09529ab0ec2f8⋯.jpeg (106,92 KB, 680x343, 680:343, moro-aecio.jpeg)

A cara da coxinhada que vai na Paulista fazer protesto contra a "corrupissâum".

Se o político é corrupto mas está do lado da coxinhada beleza, ótimo, não tem problema. Só tem problema se o político corrupto for do outro lado.




File: 387a74a96f2dac6⋯.jpg (30,81 KB, 640x360, 16:9, Wall-Street-2018.jpg)

 No.2261[Responder]

Novo boletim da Crítica da Economia.

Alerta Wall Street: Apertem O Cinto, O Federal Reserve “Enlouqueceu”

por José Martins, da redação

As bolsas de valores em todo o mundo começaram a semana dando voltas, sem direção. Isso levou o experiente Art Cashin, diretor de operações do União de Bancos Suíços (UBS) na Bolsa de Valores de Nova York, a observar que “nesta semana as ações estão como um homem em um quarto escuro. Apenas procurando descobrir de que maneira ele pode andar e não tropeçar.”

O mercado de ações em todo o mundo tenta cegamente recuperar alguma valorização depois de um desempenho devastador na semana passada. As maiores quedas em uma semana para os três principais índices de Nova York desde as fortes turbulências no mês de março deste ano.

Agora, no fechamento do primeiro dia de negócios na semana, as cotações do S&P 500 e Nasdaq continuavam no vermelho com ações de tecnologia como Apple e Netflix puxando o índice Nasdaq para baixo. Down Jones e S&P 500 também fecharam com tendência de queda.

Fato importante: as ações em Nova York estão caminhando de lado há mais de trinta dias. Isso é muito importante. Sintomas de esclerose múltipla remitente-recorrente. Veja como isso acontece observando a evolução do Dow Jones Industrial nos dois últimos ciclos econômicos.

(cont.)

 No.2262

File: ee1e300b40cede6⋯.jpg (26,04 KB, 672x428, 168:107, image002.jpg)

(cont.)

Existem muitas coisas relevantes a serem observadas nesta ultrassonografia computadorizada do mercado. Entretanto, o que mais interessa salientar em sua leitura para os objetivos deste boletim, de maneira bastante breve, são algumas cruciais particularidades da dinâmica da superprodução do capital no decorrer do ciclo econômico anterior (2002/2008) e no atual, iniciado no segundo trimestre de 2009.

O mais importante para essa investigação, qual seja, projetar a magnitude e a data da próxima explosão periódica dos mercados globais, é salientar novamente a incrível valorização e correspondente superprodução de capital no presente ciclo. O pico da valorização (26.743 pontos, em 17/09/2018) é quase o dobro do pico de 14.066 pontos do ciclo anterior, alcançado em 01/10/2007.

Tanta “exuberância irracional” nunca foi verificada, nem de longe, em nenhum ciclo periódico nos últimos setenta anos do pós-guerra. Nem em todo século passado.

Alerta-se aos mais apressados e preguiçosos da economia marxista vulgar que não se deve imaginar que essa superprodução de capital seja uma mera bolha de capital fictício. Uma bolha especulativa criada pelo crédito fácil, nada mais. Com esse tipo de asneira mental a coisa não anda. As batidas de cabeça no muro do mundo real são inevitáveis.

Apesar de uma autonomia relativa à produção, alimentada pela política monetária (manipulações da taxa de juros) e outros fatores exógenos como especulação, etc. – tanto a base da expansão do capital fictício, quanto o próprio limite de sua autonomia relativa sempre foram e continuam sendo a produção industrial, quer dizer, a produção de valor e mais-valia (lucro operacional das empresas localizadas nas esferas produtivas de capital).

Como se pode observar no gráfico acima, o índice Dow Jones apresentava gradual evolução até o mês de outubro de 2016, quando alcançou cerca de 18.200 pontos. Pouco mais de 28% sobre o pico do ciclo anterior. Nos breves dois anos seguintes, entretanto, subiu mais 8.543 pontos, atingindo finalmente aquele recorde de 26.743 pontos de um mês atrás.

A postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.



File: 698beebf292f71f⋯.jpeg (72,25 KB, 1024x585, 1024:585, bolsonaroeguedes-1024x720….jpeg)

 No.2260[Responder]

Acha o governo do Temer ruim? Segura a onda que vem coisa pior por aí:

Mesmo programa golpista: picolé de chuchu e Temer estão no segundo turno e se chamam bostanazi

O programa econômico de Jair bostanazi torna claro a que vem sua candidatura: fazer do Brasil uma terra arrasada, com um povo miserável e completamente desassistido, fornecedor de matéria-prima e mão-de-obra barata. Desde que foi devidamente “centralizado” pelos norte-americanos no final de 2017, o ex-capitão do exército trouxe a tiracolo o Chicago Boy Paulo Guedes: um banqueiro discípulo direto de pais do neoliberalismo, como Milton Friedman.

Há décadas o imperialismo tem uma cartilha bastante bem definida, destinada a combater os Estados de bem-estar social formados no pós-guerra: privatização irrestrita, redução do estado, fim da saúde e educação públicas, fim da previdência, fim dos direitos trabalhistas, entrega do patrimônio nacional ao estrangeiro. Tais princípios foram firmados institucionalmente no chamado Consenso de Washington, adotado pelo Banco Mundial e pelo Fundo Monetário Internacional desde 1989, traduzidos nos seguintes eufemismos: disciplina fiscal; redução dos gastos públicos; reforma tributária; juros de mercado; câmbio de mercado; abertura comercial; investimento estrangeiro direto, com eliminação de restrições; privatização das estatais; desregulamentação (afrouxamento das leis econômicas e trabalhistas); direito à propriedade intelectual.

Tal receituário já foi em grande medida implementado nos governos brasileiros da década de 1990: Fernando Collor de Mello, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso. Com os governos do Partido dos Trabalhadores, foram mantidos em larga medida apenas os aspectos financeiros no neoliberalismo. Na via inversa, a crise econômica global de 2008 levou a uma pressão do imperialismo por implementar ainda com mais radicalismo sua política – sobretudo nos países periféricos, como os da América Latina. Embora o segundo governo Dilma Rousseff já apresentasse uma certa dose de concessão a essa pressão, ela não se mostrou suficiente.

Por meio do PMDB, os golpistas apresentaram a cartilha A postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.



File: 13514ea1f72354e⋯.jpg (162,08 KB, 1024x585, 1024:585, dolar-1024x678-1024x585.jpg)

 No.2258[Responder]

Venezuela faz mais do que certo. Que eu me lembre a Turquia fez algo parecido a não muito tempo atrás. Uma pena que os nossos milicos capachos dos EUA nunca iriam fazer, pois servem aos norteamericanos e não ao Brasil.

Venezuela anuncia exclusão do dólar de transações cambiais oficiais

Da redação – O vice-presidente setorial da Economia da Venezuela, Tareck El Aissami, anunciou na terça-feira que todas as transações no mercado de câmbio venezuelano serão referenciadas no euro e não no dólar, como foi feito até agora.

O funcionário explicou que as sanções mais recentes feitas pelo governo dos EUA contra o país sul-americano “bloqueiam a possibilidade de continuar a negociar no mercado cambial venezuelano com o dólar”. É uma “proibição ilegal, arbitrária, contrária ao direito internacional”, advertiu ele.

O vice-presidente da área econômica informou que nos 57 dias do programa de recuperação econômica promovido pelo governo venezuelano para aliviar a crise econômica foram realizadas transações de 60 milhões de dólares através do sistema de leilões Dicom para pessoas físicas e jurídicas.

No entanto, os setores agroindustrial e farmacêutico afirmaram que, quando os pagamentos em moeda estrangeira são emitidos do país sul-americano, as transações são imediatamente bloqueadas. Por esse motivo, a partir de agora as transações serão em euros e outras moedas internacionais.

Aissami disse que “o bloqueio financeiro imposto pelos EUA” afeta o setor público e privado venezuelano. “Isso é para ver até onde a loucura do imperialismo vem”, disse ele.

Na conferência de imprensa que ele deu com o presidente do Banco Central da Venezuela, Calixto Ortega, e o ministro da Economia e Finanças, Simon Zerpa, o vice-presidente econômico disse que “continuam a tentar impor taxas de câmbio que não correspondem a fórmulas econômicas racionais”. ”

El Aissami também informou que todo o sistema bancário nacional será incorporado ao sistema de mercado deA postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.



File: 1031a135bbe0962⋯.jpg (47,97 KB, 850x602, 425:301, AP_18280458811413-850x602.jpg)

 No.2246[Responder]

É uma pena que está em inglês, mas esclarece muito da campanha do bostanazi e dessa direitalha nas eleições. Inclusive mostra por A + B que existe o dedo de agentes dos EUA na eleição, como sempre houve. 1964 que o diga.

The CIA Has Its Fingerprints on Brazil's Election

Editor’s note: Far-right candidate Jair bostanazi won the first round of Brazil’s presidential election with 46 percent of the vote. A runoff will be held Oct. 28.

The growth of Bolsonarian fascism in the final stretch of the election campaign, turbo charged by an avalanche of fake news disseminated on the internet, is not surprising. It is an old tactic developed by American and British intelligence agencies, with the goal of manipulating public opinion and influencing political processes and elections. It was used in the Ukraine, in the Arab Spring and in Brazil during 2013.

There is science behind this manipulation.

Some people think that elections are won or lost only in rigorously rational debates about policies and proposals. But things don’t really work that way. In reality, as Emory University Psychology Professor Drew Weston says in his book “The Political Brain: The Role of Emotion in Deciding the Fate of the Nation”, feelings are commonly more decisive in defining the vote.

Weston says that, based on recent studies in neuroscience on the theme, contrary to what is commonly understood, the human brain makes decisions mainly based on emotions. The voters strongly base their choices on emotional perceptions about parties and candidates. Rational analysis and empirical data normally plays a secondary role in this process.

This is why there is great manipulative power in the production of information with strong emotional content and fake news.

The documents revealed by Edward Snowden prove that the US and UK intelligence services have specialized and sophisticated departments that are dedicated to manipulating information that circulates on tA postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.

Última edição em

 No.2257

File: 2e103ff22a60bdb⋯.jpg (116,96 KB, 888x500, 222:125, 2k6ruf.jpg)

E aí, seus coxinhas de merda, já sabem em quem vão votar, né?




File: 867c30715497a27⋯.jpg (36,66 KB, 1024x585, 1024:585, bolsonaro-4-1024x683-1024x….jpg)

 No.2255[Responder]

Fantoche do imperialismo: bostanazi diz que vai privatizar estatais criadas por Lula

Em vídeos postados nas redes sociais de Jair bostanazi, o candidato de extrema-direita afirma que fará uma reforma administrativa para cortar “gastos desnecessários” e que as estatais criadas pelos governos de Lula e Dilma serão os primeiros e principais alvos.

Em seu programa eleitoral, divulgado nas redes de televisão e na imprensa burguesa, nesta sexta-feira (12), o direitista falou também que “o vermelho é um sinal de alerta para o que não queremos no país. A nossa bandeira é verde e amarela e nosso partido é o Brasil”, demonstrando um falso nacionalismo enquanto pretende vender o Brasil aos países imperialistas.

É preciso deixar claro que bostanazi é um capacho da burguesia e, como já demonstrou em seus discursos antes e durante a campanha à presidência da república, entregará nosso patrimônio público aos capitalistas, com uma política de ataque brutal ao povo.

 No.2256

File: febb361ccf20398⋯.jpg (36,66 KB, 1024x585, 1024:585, jair-bolsonaro-2-turno-201….jpg)

Se você pensar bem, milico só serve pra isso mesmo: pra obedecer ordens.

Capacho de latifundiários e especuladores imobiliários: para bostanazi, sem terra e sem teto são terroristas

O candidato a presidente, Jair Messias bostanazi, é um golpista que votou pela derrubada de Dilma e fez uma das mais intensas campanhas pela prisão do ex-presidente Lula, e que portanto colaborou com todo esse regime golpista que está retirando direitos dos trabalhadores, aumentando a repressão contra o povo e dando os recursos naturais do país para capitalistas estrangeiros.

Um governo bostanazi seria o aprofundamento desta política, um aprofundamento do governo Temer, sendo que ainda mais duro contra a população. Recentemente, bostanazi deixou claro que iria considerar como terrorismo “invasão” de propriedades urbanas ou rurais, deixando bem claro que irá perseguir brutalmente os movimentos sociais de luta por moradia e pela terra.

No caso, em outras palavras, o que ele está querendo dizer é que será um capacho dos latifundiários e dos especuladores imobiliários, ou seja, de dois setores extremamente parasitas da sociedade, que além de terem monopólio, especulam com a propriedade, tornando-a improdutiva, e assim colaborando de forma direta com a miséria da população e a pobreza do país.




File: 3723cff8b598a89⋯.jpeg (98,42 KB, 1024x585, 1024:585, paulo-chagas--1024x768-10….jpeg)

 No.2254[Responder]

Como diz o Quico, "Que coisa, não?".

General ameaça caso haja “fraude” nas urnas... mas são os militares que controlam as urnas

Da redação – Os militares que organizaram o golpe no Brasil contra Dilma Rousseff (PT) e ameaçaram o povo e as instituições no caso de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conseguir um habeas corpus no STF, seguindo as ordens do imperialismo norte-americano com a finalidade de roubar as empresas nacionais, vem à público, na pessoa do general da reserva Paulo Chagas, candidato ao governo do Distrito Federal pelo PRP, da posição dos que declararam que controlariam as urnas, para afirmar que talvez haja uma fraude no processo eleitoral.

O general golpista fez uma postagem no Twitter em tom de ameaça neste sábado (13), dizendo: “Se, nos próximos dias, houver mudança nas pesquisas, teremos que por as barbas de molho. Será o prenúncio da fraude. A opinião pública não muda de uma hora para outra, assim como um ateu não se converte ao Catolicismo e, num átimo, se transforma em um papa-hóstias!”.

Como se pode ver por todo o Twitter do general, a campanha de mentiras contra o PT é constante, com acusações sem fundamento algum, chamando de organização criminosa e mantendo ataques constantes de todas as formas possíveis.

''General Paulo Chagas

@GenPauloChagas

Se, nos próximos dias, houver mudança nas pesquisas, teremos que por as barbas de molho. Será o prenúncio da fraude. A opinião pública não muda de uma hora para outra, assim como um ateu não se converte ao Catolicismo e, num átimo, se transforma em um papa-hóstias!

19:41 - 13 de out de 2018

19,3 mil

7.913 pessoas estão falando sobre isso''

É preciso uma denúncia ampla contra esses generais que estão ameaçando os trabalhadores e suas organizações, pois, nenhum golpe de Estado é organizado sem a participação do Alto Comanda do Exército do país e no Brasil não é diferente. Os militares já disseram, na pessoa A postagem é longa demais. Clique aqui para visualizá-la na íntegra.

Última edição em


Excluir postagem [ ]
[]
[1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] [12] [13]
| Catálogo | Nerve Center | Cancer
[ / / / / / / / / / / / / / ] [ dir / b2 / chori / dempart / marxism / polru / tingles / vg / vichan ]