[ / / / / / / / / / / / / / ] [ dir / choroy / dempart / egy / imouto / islam / leftpol / newbrit / vichan ]

/magali/ - Magalichan II: A Resistência

Winner of the 77nd Attention-Hungry Games
/x/ - Paranormal Phenomena and The RCP Authority

April 2019 - 8chan Transparency Report
E-mail
Comentário *
Arquivo
Senha (Randomized for file and post deletion; you may also set your own.)
* = obrigatório[▶ Opções e restrições de postagem]
Confused? See the FAQ.
Inserir
(substitui os arquivos e pode ser usado no lugar deles)
Opções

Tipos de arquivos permitidos: jpg, jpeg, gif, png, webm, mp4, pdf
O tamanho máximo da imagem é de 16 MB.
As dimensões máximas da imagem são de 15000 x 15000.
É possível fazer o upload de 5 arquivos por postagem.


LEIA AS REGRAS DA BOARD ANTES DE POSTAR.
Tudo o que está escrito nesta board não passa de mentira e ficção.
Somente um idiota levaria qualquer coisa postada aqui a sério.

YouTube embed. Click thumbnail to play.

2eda45  No.15278

As anãs acham que suas vidas mudaram muito depois de conhecer os IBs? Sempre vejo os homens reclamando que o chan estragou a vida deles e o caralho. Até entendo o porquê deles falaram isso, principalmente com a insegurança que o chan causa na maioria das pessoas com as pescarias, mas isso se aplica às mulheres também? Vocês diriam que vocês mudaram pra pior de começar a acessar o recinto?

d1d5cd  No.15282

File: 8e39dd093307189⋯.gif (592,5 KB, 370x335, 74:67, 11879494.gif)

Eu já era meio fodida antes de acessar, então não mudou muita coisa. Só fez mudar para pior a minha percepção sobre os homens, já que os anões foram os garotos com quem tive um contato mais íntimo durante a minha vida.

Sei que os anões definitivamente não servem como parâmetro para avaliar os homens, mas acho que o anonimato permite vermos de forma mais crua certas características masculinas desagradáveis escravocetismo, egocentrismo, e tendência a desenvolver fetiches doentios..


5a384c  No.15285

File: a0e36f77162d1b2⋯.png (142,63 KB, 429x519, 143:173, 140078086224.png)

Eu conheci o chan bem jovem, ainda na minha pré-adolescência, mas já era uma criança problemática antes de começar a frequentar IBs. Se não fossem IBs, seriam panelinhas, grupos de jogos, fóruns e afins. A real é que a internet me serviu de escapismo, pois eu sempre achei a vida uma bosta e não fazia - e nem queria fazer - nada para mudar isso.

>Sempre vejo os homens reclamando que o chan estragou a vida deles e o caralho.

Alguma coisa eles tem que culpar. É muito mais fácil dizer que o site estragou a vida deles do que entender que foi por escolha própria que ele ficou tanto tempo lá, salvo aqueles que são doentes da cabeça. O chan é o espantalho deles para não admitir o próprio erro.

>Vocês diriam que vocês mudaram pra pior de começar a acessar o recinto?

Acredito que não. Eu me aprimorei bastante frequentando chans, apesar do recinto forçar a falha como algo normal. Provavelmente eu estaria, como eu disse, fazendo outras merdas tão inúteis quanto e, de quebra, não teria nenhum benefício, diferentemente do que acontece por aqui.


5dad62  No.15294

>>15282

>garotos com quem tive um contato mais íntimo durante a minha vida.

Que tipo de contato íntimo você teve com os anões? Isso significa que você se encontrou IRL com algum anão?


d1d5cd  No.15296

>>15294

Digo, psicologicamente. Não tive contato com garotos irl. Sempre usei os ibs para desabafar, discutir sobre assuntos do meu interesse, ajudar e trocar experiências com os anões.

Mas não sei se é apropriado falar dessa forma, considerando que "anões" é uma entidade volátil e não um grupo fixo de indivíduos.


addfd4  No.15310

Eu não sou fodidx porque acesso isto, eu acesso isto porque sou fodidx.


06c347  No.15314

Minha vida ou ser não mudaram em nada depois do advento do chan ter sido inserido na minha vida há tantos anos atrás, e olha que sou uma das pessoas mais antigas por estas bandas. Não consigo nem nunca consegui enxergar outra interface virtual como homem ou mulher, apenas bits de leitura imaterial, no lapso de tempo que passo aqui me distraindo fertilizando minha mente com boa música clássica, leitura erudita de qualidade e leio amenidades de um/a ou outro/a forista. Acho que quem vêm aos chans é para descarregar suas inadequações, revoltas, incongruências, inconformidades, enquanto há também quem venha buscando entretenimento visual etc, há uma miríade de intenções e personalidades.


a0bd82  No.15317

>>15282

>fetiches doentios

Em minha defesa, falo que não há nada de errado em beijar pés como forma de demonstrar amorzinho.


c26ceb  No.17144

>>15314

/tipsfedora


682a9a  No.17149

Sou newfag, apesar de ter passado boa parte da minha vida desde a pré adolescência em fóruns na internet e esse tipo de coisa, e até agora não notei nada de diferente não. Só frequento o Magali mesmo, os anões de lugares como o 55 me dão um pouco de nojo. No mais, sinto uma espécie de camaradagem entre as pessoas aqui: somos todas anãs, posso falar de qualquer merda aleatória e até podem me julgar por isso mas pouco importa porque muito provavelmente nunca vão saber quem sou. Participar de algumas discussões fez com que eu escrevesse melhor (inclusive abandonando às gírias de internet e afins), então acho que até agora foi uma coisa boa pra mim :3


7fe556  No.17175

Sim.


b8f233  No.17270

>as anãs acham que suas vidas mudaram muito depois de conhecer os IBs?

Eu comecei a acessar com 14 anos, então não sei mais até onde eu sou danificada por conta disso ou por natureza própria. Nesta época que eu comecei a construir minha personalidade e gostos pessoais.

>até entendo o porquê deles falaram isso, principalmente com a insegurança que o chan causa na maioria das pessoas com as pescarias, mas isso se aplica às mulheres também?

>pescaria

>pepe.jpg

Eu tenho muito contato com normies, acredito que o comportamento reproduzido em IBs não esteja tão distante da realidade do mundo "real". Claro que aqui, por conta do anonimato, alguns ajam com mais exacerbação, como os /pol/fags e Dogoleiros. Mas, no fundo, só estão sendo mais sinceros que gente que não pode reproduzir sua genuína opinião, por medo da repressão. Digo isso sem fazer juízo de valor quanto a essas opiniões, só pra deixar claro.

>vocês diriam que vocês mudaram pra pior de começar a acessar o recinto?

Como supracitado, não sei dizer exatamente. Mas arriscaria que isso me deu mais material para análise sociológica, me ensinando a ser mais tolerante, me fazer de sonsa quando necessário e até onde devo ir para me sentir acolhida por qualquer grupo, já que este é um instinto natural.




[Voltar][Topo da página][Catálogo][Nerve Center][Cancer][Post a Reply]
Excluir postagem [ ]
[]
[ / / / / / / / / / / / / / ] [ dir / choroy / dempart / egy / imouto / islam / leftpol / newbrit / vichan ]