[ / / / / / / / / / / / / / ] [ dir / baaa / choroy / doomer / fur / ita / sonyeon / vichan / yuri ]

/magali/ - Magalichan II: A Resistência

Winner of the 80rd Attention-Hungry Games
/otter/ - Otter For Your Soul

THE INFINITY CUP IS COMING BACK
May 2019 - 8chan Transparency Report
E-mail
Comentário *
Arquivo
Senha (Randomized for file and post deletion; you may also set your own.)
* = obrigatório[▶ Opções e restrições de postagem]
Confused? See the FAQ.
Inserir
(substitui os arquivos e pode ser usado no lugar deles)
Opções

Tipos de arquivos permitidos: jpg, jpeg, gif, png, webm, mp4, pdf
O tamanho máximo da imagem é de 16 MB.
As dimensões máximas da imagem são de 15000 x 15000.
É possível fazer o upload de 5 arquivos por postagem.


LEIA AS REGRAS DA BOARD ANTES DE POSTAR.
Tudo o que está escrito nesta board não passa de mentira e ficção.
Somente um idiota levaria qualquer coisa postada aqui a sério.

File: 46aa1baee26e9fc⋯.jpg (52,86 KB, 564x564, 1:1, qq ta acontecendo.jpg)

863586  No.18783

ANÃS, AJUDEM UMA ANÃ DESESPERADA!

Realizarei uma viagem para o Japão em 2 meses e estou perdida como a fornicação. Confirmei hoje que poderei ir, e vou com a família do meu pitango. Não sou descendente de japoneses, não sou weeaboo, só sei falar ARIGATO GOZAIMASU e não tenho ideia do que esperar do Japão. Entrarei com o pedido de visto semana que vem e comprarei minhas passagens o mais rápido possível. PRECISO DE AJUDA!

Pois bem, alguma anã sabe o que, caralhos, devo esperar? Como me preparar? Nunca viajei de avião por mais de uma hora. Queria ir para o Japão no final do ano e iria me preparar muito melhor, mas agora estou perdida. O QUE FAZER LÁ? O QUE EU, TURISTA DE (literalmente) PRIMEIRA VIAGEM, DEVO FAZER NO JAPÃO, SEM FALTA? QUANTO DINHEIRO LEVO INICIALMENTE? VOU GASTAR A MINHA VIDA LÁ COM COMIDA/LEMBRANCINHAS/COSMÉTICOS/ROUPAS? O QUE FAZER NO JAPÃO DURANTE O VERÃO?

Até onde eu sei, passaremos pelo menos por Tokyo e Kyoto. Não temos roteiro decidido ainda porque é meio que às pressas, mas ficaremos 20 dias por lá. DÁ PRA APRENDER JAPONÊS EM 2 MESES? O QUE EU DEVO SABER FALAR?????

Eu nem sei ao menos quanto vale o Yen. Ajudem uma anã a se tornar phD em tudo do Japão em menos de 2 meses, por favor. Já li um monte de coisa mas tudo parece tão fora da realidade para mim que não estou sabendo por onde começar para conseguir programar bem a viagem.

Also, ao camarada da PF que me acalmou e disse que o número do meu passaporte sai em um dia e fez meu passaporte quando eu fui lá só tirar uma dúvida: muito, muito obrigada. Fiquei tão feliz que a foto do meu passaporte sou eu com o olho lacrimejando de alegria. PF é irmão, porra.

863586  No.18784

Also, EU PRECISO DE UMA FODENDO CÂMERA? Eu tenho um espertofone xis da maçã e só. Sei que fotos cotidianas ficam muito boas, mas isso é suficiente para uma viagem que vai ter fotos de paisagens enormes? Câmeras são mais baratas por lá? Meu dinheiro será relativamente contado, mas talvez eu compre uma câmera (se eu conseguir comprar algo melhor que meu espertofone por menos de mil pilas).


863586  No.18785

Also, além da ilha principal, existe alguma ilha que não podemos perder? AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!! Estou perdida como a foda.


863586  No.18792

Moderadora, cadê meu fio?


742965  No.18793

>>18792

Estava na última página.

Já subi.


e14705  No.18797

>>18784

Trabalho com foto e diria que você não precisa de uma câmera.

Pra fazer fotos consideravelmente melhor do que o celular deixa você teria que gastar muito, e estudar muito sobre fotos,.

Em viagens o celular dá conta e é mais portátil que uma câmera.

Boa viagem e relaxa. >>18784

>>18784


53ac1b  No.18971

Vá para Daikoku PA e vire uma fodendo corredora de rua.


10c6ab  No.18983

bump


1307d9  No.19076

Você precisa saber inglês. Se não souber inglês, vai passar aperto.

Português só é falado em Nagoia (e somente em placas nas ruas ou nos redutos de brasileiros pela cidade).

No metrô, não compre passagem individualmente. Compre o cartão (em Tóquio, chama-se Suica - em outras cidades, IC Card; o mesmo cartão valerá em todas as cidades) e recarregue-o quando precisar. É imprescindível. Procure a opção English no canto superior direito da página. A carga mínima é de 1.000 ienes, ou seja, 10 dólares (cerca de R$ 40,00).

Para saber o quanto está gastando em ienes, é fácil. Pegue a quantia em ienes e remova os dois últimos dígitos. O resultado será o valor aproximado em dólares. Multiplique o valor por quatro e terá mais ou menos a soma em reais.

Por exemplo, uma garrafa d'água em uma loja de conveniência custa 100 ienes. Logo:

>100 ienes

<1 dólar

>4 reais

>DÁ PRA APRENDER JAPONÊS EM 2 MESES?

Somente o básico. Quando chegar lá, o básico não te ajudará muito. Sei disso por experiência própria.

Lá, finalmente compreenderá o que significa ser analfabeta.

Ah, e tudo é caro. Tudo. A menos que ganhe em dólares ou seja rica, uma viagem de 20 dias com passagem e hospedagem sai bem caro.

No metrô, o valor mínimo da viagem é 200 ienes (2 dólares ou 8 reais). Esse é o valor médio para um deslocamento de duas estações. Na terceira estação, o preço aumenta para 300 ienes e assim sucessivamente. É só uma ideia do que te espera.


863586  No.19084

>>18797

Estou fazendo o itinerário e, pelo tanto que vamos viajar, acho que não terei espaço para uma câmera, mesmo... Achei até que daria para comprar uma Canon no Japão mas eles conseguem ter o mesmo preço que no Paraguai (alguma coisa mais barato, mas não vale a pena).

>>19076

Sou fluente em inglês, felizmente. Do nosso grupo de viagem, eu ficarei como tradutora oficial do inglês/português, mas não sei quão útil será meu inglês. Sempre ouvi coisas de que japoneses não falam inglês, então não sei...

Vamos ficar 20 dias no Japão. Faremos viagens longas (Tokyo -> Kyoto, parando em Takayama -> Kyoto -> Okohama -> Tokyo -> Osaka -> Hiroshima -> Tokyo) e, num simulador de preços, deu algo em torno de 80 mil ienes. Compraremos o JR pass para 20 dias e estou fazendo o itinerário com todas as viagens para ver o que o pass cobre e o que não cobre.

Nas cidades, não conseguirei usar o JR pass? Ainda não fiz o itinerário dos passeios, só com as viagens, e até agora cobriu quase tudo. Mas em Tokyo eu consigo me virar somente com o JR pass, não consigo? Vi algo sobre esse Suica, mas queria tentar ver quase tudo com JR.

Vou fazer um dicionário vagabundo de português/japonês apenas com frases que precisaremos usar. Mas do que isso será imposível.

E sobre o valor... HUE? Sabia que ia dar caro, mas não 5 mil reais a mais do que eu estava calculando. Só de hotel foi 4k e só pegamos 2/3 estrelas.

Also, já que você já foi para o Japão... Quais passeios recomenda? Existem muitos passeios famosos, mas como são muitas coisas e muitas cidades, quero focar no que não pedemos perder, de jeito nenhum. O que eu mais quero é ir para a Ilha de Miyajima, mas, além disso, não vi muita coisa de passeios.

De todas as formas, muito obrigada. Procurarei mais sobre o Suica e o IC Card. Toda e qualquer dica é incrivelmente importante.


863586  No.19085

>>18971

MAS COMO É QUE EU FAÇO PARA DIRIGIR AO CONTRÁRIO? NUNCA NEM AO MENOS DIRIGI UM CARRO AUTOMÁTICO, IMAGINE UM JAPONÊS ULTRA MODERNO AUTOMÁTICO COM TUDO AO CONTRÁRIO!!!!!!!!!!

Also, dá para eu, anã brasileira, dirigir no Japão? Agora quero experimentar.


aa374e  No.19092

>>19085

Não é possível, a menos que seja de nacionalidade americana, alemã, francesa, taiwanesa ou outras com normas de condução consideradas rigorosas pelas autoridades japonesas.

Carteiras de motorista brasileiras não valem no Japão.

Suas opções são: ou obter a carteira de motorista internacional no Brasil ou fazer o curso no Japão, que é caríssimo e leva alguns meses.

Tudo no Japão é do lado contrário, não apenas na hora de dirigir. Nas escadas rolantes, você espera do lado esquerdo e deixa as pessoas passarem pelo lado direito também.

As fechaduras abrem e fecham em sentido oposto ao encontrado em países ocidentais.

Nas calçadas, embora você se sinta condicionada a andar do lado esquerdo, ficará surpresa quando descobrir que os japoneses não seguem um padrão específico.

Aprenda as regras de classificação do lixo das cidades que visitará (cada cidade tem uma) e não se preocupe em saber japonês. Se demonstrar que sabe fazer perguntas em japonês, receberá respostas ou perguntas para confirmar o que perguntou em japonês, o que aumentará sua confusão e exasperará seu interlocutor.

Lembre-se de uma coisa: o japonês odeia surpresas. A sociedade japonesa é toda estruturada de forma a evitar surpresas. A pontualidade é uma óbvia manifestação de tal ethos.


1307d9  No.19093

>>19084

Embora seja óbvio, você precisa memorizar isto: trem é acima da superfície, metrô é subterráneo. Parece besta, mas essa regrinha te salvará na hora da confusão nas estações japonesas.

JR é trem (電車 ou densha).

As linhas do metrô (地下鉄) têm nomes (a mais útil para turistas em Tóquio é a chamada 山の手線 ou Yamanote Line).

Uma regra de ouro para você: é necessário passar o cartão na entrada e na saída do metrô. Na entrada, o cartão registra a estação em que entrou e te mostra o saldo atual. Na saída, o cartão registra a estação de que saiu e te mostra o saldo atual (com a dedução do trecho percorrido). É muito importante porque os turistas que não sabem disso cometem erros bestas, como jogar fora a passagem que compraram depois que passam pela catraca. Aí, na hora de sair do metrô, os guardas não os deixam sair porque não conseguem comprovar a estação de embarque. Então, são forçados a pagar de novo.

Não tenha dor de cabeça. Convença todos a guardar os bilhetes e usar os cartões na entrada e na saída.

>Sempre ouvi coisas de que japoneses não falam inglês, então não sei...

A maioria dos japoneses não fala inglês. Porém, alguns falarão algumas palavras ou frases, o suficiente para que você entenda e se faça entender. Não insista em falar japonês porque eles te responderão em japonês.

Se realmente não estiver nada, por exemplo, em um restaurante, peça o English menu e o garçom te trará um cardápio em inglês.

>E sobre o valor... HUE? Sabia que ia dar caro, mas não 5 mil reais a mais do que eu estava calculando. Só de hotel foi 4k e só pegamos 2/3 estrelas.

Calcule uns R$ 10.000,00 para poder incluir as compras. É impossível resistir, às vezes, especialmente se gosta de anime, mangá ou video games.

>Also, já que você já foi para o Japão... Quais passeios recomenda? Existem muitos passeios famosos, mas como são muitas coisas e muitas cidades, quero focar no que não pedemos perder, de jeito nenhum. O que eu mais quero é ir para a Ilha de Miyajima, mas, além disso, não vi muita coisa de passeios.

Não recomendo nada. Odeio o Japão.

Porém, se estiver em Tóquio, vá a Odaiba, Akihabara e Nakano Broadway e prepare o bolso.

Prepare-se para ver prostituição em vários lugares. Não com mulheres rodando bolsinha nas esquinas, mas em lugares que oferecem "massagens" e "saúde" por trinta a noventa minutos (a partir de sessenta minutos, geralmente anunciam que é MUITO RECOMENDADO). Esses lugares chamam-se health clubs ou soaplands e são bem caros para turistas (por volta de 200 dólares ou 800 reais por uma hora, sem garantia de sexo).


53ac1b  No.19117

>>19085

Peça para algum japonês gente fina em Daikoku te dar uma carona em seu Civic Hatch de 300 cavalos, só não vá se mijar quando ele estiver a 220km/h no meio dos carros. Boa sorte, anãzinha!


863586  No.19133

File: af78c928526bfa8⋯.jpg (32,68 KB, 605x454, 605:454, 1472599943236 (1).jpg)

>>19093

>Não recomendo nada. Odeio o Japão.

HUE. Acabei de fazer minha carta para o cônsul do Japão, quase torcendo no fundo para ter meu visto negado (brincadeira, pessoal do governo lendo meus comentários, estou de passagem comprada e quero muito conhecer o Japão). Só a ideia de passar fodendo 36 horas viajando já chega a me dar pequenos ataques de pânicos, e o orçamento da viagem chegando nos 20k... minhaa amiga. Achei que ia voltar com a mala abarrotada de compras, mas, pelo visto, nem hashi vou trazer de volta.

Mas, afinal, por que você não gosta do Japão? Nesses guias turísticos, todo mundo morre de amores pelo Japão e diz que Kyoto é a cidade mais bonita do mundo, então seria bom ouvir o outro lado para ter uma visão mais realística do que vou conhecer.

>é necessário passar o cartão na entrada e na saída do metrô

Meus caralhos, não tinha ideia disso. Vale para as linhas do JR também? Agora entendi porque no google maps as linhas mudavam de nome e empresa gestora mas o veículo não mudava, é porque são 2 transportes diferente e preciso pagar 2 vezes. Hue.

Vi que, fora de Tokyo, quase nada dentro das cidades usa o JR pass. Estou calculando mais uns 500-1000 só de transporte nas cidades, principalmente em Kyoto, onde vamos ficar 5 dias e faremos viagens na região. Que grande bosta.

>Não insista em falar japonês

Quero apenas aprender a frase básica de "não entendo japonês" que o google me disse ser "Watashi wa nihongo ga wakarimasen" e talvez algo como "preciso de ajuda médica"/"preciso de ajuda policial" para ensinar para o pessoal que vai comigo, no caso de alguém passar mal longe do grupo ou se perder. Além das coisinhas como: desculpe, olá, tchau, falo inglês, traga a conta (como devo falar isso?), senha do wi-fi (talvez?)...

E ficarei atenta quanto às massagens, kek. Não é algo que desejo vivenciar, mas vai que alguém resolve que quer uma massagem japonesa e acaba indo parar dentro de um bordel...

>>19117

Como que eu sei que um japonês é gente fina e quer ser meu amigo? A ideia de dar um passeio com um japonês dirigidor rápido pelas ruas iluminadas parece ser divertida, mas algo me diz que entrar em carro de alguém que não fala a minha língua num país que não é o meu não seria sensato. Tem como só assistir?

Não sei se está de pescaria comigo ou está falando sério, mas pesquisei e é em Yokohama, correto? Estaremos em Yokohama por alguns dias, e, se isso for ser algo possível de visitar, fico grata pela sugestão. Mas não seremos raptados Yakuza, n-né??

E MAIS UMA COISA: QUANTOS SHIBAS INU EU POSSO TRAZER PARA O BRASIL???????? POSSO TRAZER BONSAIS? QUAIS COISAS VIVAS EU POSSO TRAZER? EXISTE ALGUMA LEI QUE ME PERMITA TRAZER SHIBAS INUS COMIGO, NO VOO, PARA O BRASIL? EU QUERO UM FODENDO SHIBA INU, CARALHOS. E TALVEZ UM BONSAI. OU SEMENTES DE BONAIS. MAS, PRIMEIRO, UM FODENDO SHIBA ATENDEDOR DE LOJAS AEHOOOOOOOOOOOOOO


863586  No.19134

YouTube embed. Click thumbnail to play.

>>19133

Para falar a verdade, o único motivo pelo qual estou indo ao Nihon era para receber um fodendo GOOD MORNING do shiba da janela. Onde eu acho Shiba Inus no Japão? Existem shiba cafes? Não quero saber de empregadas fofinhas trazendo o meu cheesecake, quero um shiba inu pulando no meu colo para roubar minha comida.


53ac1b  No.19143

>>19133

Daikoku PA é como se fosse uma grande área para paradas de carros no sistema de rodovias. Estou apenas brincando sobre o japonês corredeiro, mas, se quiser ver uns carrões importados japoneses tunados, sugiro sábado no período da noite. Se você falasse japonês acredito que conseguiria pedir a alguém por uma carona, normalmente os japas de Daikoku são gente finíssima e se você mostrar a ele que gosta de carros te tratam melhor do que qualquer lugar do Japão, KEK. Se você gosta desse tipo de coisa, existe um grupo chamado NO GOOD RACING que acredito ainda correr por lá, eles andam com Honda Civics depenados, retiram as placas dos carros e metem o pé na rodovia a noite. Procure por um Civic EK9(google imagens) com um monte de adesivos da Redbull, azul escuro se passar por lá, somos nós são eles. Não me perguntem como sei disso. Sou hashiriya a alguns anos, apesar de ter voltado a alguns meses para o Brasil.


547995  No.19161

>>19133

>Mas, afinal, por que você não gosta do Japão?

Porque é um país de terceiro mundo com dinheiro suficiente para mascarar tudo. A máfia? É parte da política, da sociedade e da economia. Tente abrir um negócio sem ser visitado pela yakuza.

Prostituição? Toda cidade tem um bairro específico para esse tipo de "diversão". Alguns locais usam somente garotas estrangeiras, ou seja, traficadas.

Jogo? Estabelecimentos de pachinko são ubíquos.

Corrupção? Nas mais altas esferas do governo, teve até ministro que cometeu suicídio por conta disso (é a grande diferença do terceiro mundo real).

Pobreza? Tem mendigo na rua também. Em Akihabara, debaixo da ponte perto do prédio da Yodobashi verá alguns. Se for a Osaka ou Nagoia, então, nem se fale. Tem muita gente pobre no Japão. Perceberá isso quando for atendida por idosos de 70 anos em um restaurante Denny's após a meia-noite. Não são favelados, mas vivem na linha da pobreza.

Doença mental? puta que pariu. Tem muito doente mental e louco na rua. Não tem tratamento porque tratamento é tabu por lá.

É uma grande farsa. É uma sociedade que somente se preocupa com a aparência. Antes, achava que todos os países, de certa forma, faziam a mesma coisa - até que morei no Japão. Aparência de bom funcionário. Aparência de bom cidadão. Aparência de bom pai. Aparência de boa mãe. Aparência de bom político. Tudo é aparência.

Se tiver alguma tatuagem, esconda-a (não importa o tamanho) ou pode ser que te neguem acesso a estabelecimentos públicos, como banhos termais e academias (certos hotéis podem encrencar com isso também, dependendo da tradição que tentam manter).

O pior de tudo: como imigrante, você é culpada de tudo lá. Se alguém joga o lixo no lugar errado, embora você pessoalmente siga todas as regras do prédio e da cidade, a culpa é automaticamente sua. Uma vizinha enxerida ou a senhoria baterá à sua porta, com certeza. Quando você finalmente consegue provar que a culpa é de outra pessoa, , não se desculpam. Se insistir demais, não renovam seu contrato.

Posso ficar horas a fio reclamando, deixa para lá.

Como turista, não verá nada disso. Aproveite.

>Vale para as linhas do JR também?

Em todas as formas de transporte público no Japão, inclusive ônibus. Na entrada e na saída. Essa regra também vale para outros países da Ásia, como Tailândia (que tem um metrô ótimo), Malásia e Taiwan (tem até Wi-Fi grátis no metrô).

>Estou calculando mais uns 500-1000 só de transporte nas cidades

A solução é caminhar bastante ou preparar o bolso.

>Quero apenas aprender a frase básica de "não entendo japonês"

日本語が分からない。(Nihongo ga wakaranai - informal)

ou

日本語が分かりません。(Nihongo ga wakarimasen - formal)

英語を話します。(Eigo wo hanashimasu. Falo inglês.)

ou

英語が話せますか。(Eigo ga hanasemasu. Sei / Consigo falar inglês.)

Para perguntar se a pessoa fala inglês:

英語が話せますか。(Eigo ga hanasemasu ka? Sabe falar inglês?)

Se não entender da primeira vez:

もう一度お願いします。(Mou ichi do onegaishimasu. Outra vez, por favor.)

>traga a conta (como devo falar isso?),

Não se pede a conta. A conta vem até você. As garçonetes ou garçons recebem o seu pedido (aponte para o cardápio e use os dedos para sinalizar quantos itens do prato / da bebida quer) e, após trazerem toda a comida, inserem a conta em um recipiente específico na mesa. A conta fica enrolada como um canudo lá. Na hora de sair, leve o canudo ao caixa e pague.

Além disso, na maioria dos locais, não se chama a atenção do garçom ou da garçonete com a mão ou o braço ou a voz. Todas as mesas (ou quase todas) estão equipadas com um dispositivo que, quando acionado por botão, chama a atenção do garçom ou da garçonete de plantão.

>desculpe, olá, tchau,

すみません (sumimasen - desculpe-me ou com licença, dependendo da situação)

おはようございます (ohayou gozaimasu ou somente ohayou - bom-dia)

こんにちは (konnichiwa - olá)

こんばんわ (konbanwa - boa-noite)

お願いします (onegaishimasu - por favor; use sempre que pedir algo)

>QUANTOS SHIBAS INU EU POSSO TRAZER PARA O BRASIL???????? POSSO TRAZER BONSAIS? QUAIS COISAS VIVAS EU POSSO TRAZER?

Zero. A menos que tenha toda a papelada no Japão e no Brasil, é impossível. A Vigilância Sanitária de lá e a do Brasil vão confiscar tudo.


f6cacb  No.19172

>>19161

Ouça essa anã. Tive dois amigos que foram para lá estudar, e voltaram literalmente traumatizados.

Inclusive um ficou com nojo de mulher japonesa, não por ter sido rejeitado, mas porque as moças começaram a literalmente se jogar em cima dele depois que ele fingiu ser americano por dica do orientador. Todas desesperadas para ele leva-las embora daquela latrina.


07e20d  No.19254

Morei por um tempo em Tokyo e conheço bastante sobre esta cidade.

Você gosta mais de que tipo de passeio? Coisas normais ou mais "undergrounds"?

Sobre chamar a conta, basta pedir para a pessoa que te atendeu: "Okaikêi onegaishimazu".

Se você não pedir a conta não irão saber que você vai parar de fazer pedidos.

Em Tokyo, os lugares mais legais são

- Shibuya (restaurantes e lojas de todos os tipos e preços, botecos, etc.). Uma vez vi um show de Idols randômicas na Village Vanguard (uma loja que você irá gostar com certeza, tem todo tipo de lembrança lá).

É legal mas não curto tanto por ter muita gente.

- Shinjuku (becos, botecos, a melhor Yodobashi do Japão, mafia, coisas e comidas baratas). Melhor lugar do mundo. Pra mim é o paraíso na Terra. Você se sente numa mistura de Blade Runner com algum filme B de porradaria.

- Akihabara (animu, PCs, videogames).

Não deixe de comer lamen no Akiba Mengeki, no prédio UDX.

Depois de conhecer esses lugares, experimente ir para Kamakura, que é uma cidade histórica cheia de templos e lugares mais tradicionais. Tem a cerveja de Kamakura que é muito boa.

Em Tókyo, dê um rolê perto das estações Sangenjaya, Jimbocho, Ueno e Shimokitazawa. São todos lugares fantásticos.

Em Shimokitazawa eu tive um problema com um japonês bêbado que queria me bater por eu ser gaijin, mas pelo que pesquisei na internet isso não é comum de acontecer.

Em Sangenjaya tem um bar de vaporwave que eu batia cartão lá. Toda noite depois do trampo eu ia lá tomar uma cerveja e ouvir música.

Vejo o pessoal falando muito de Tokyo Metro e JR.

Não é tão simples assim, pois você tem outras opções de transporte.

Keyo Lines, Tokyu Lines, Tokyo Monorail, entre outras.

Cada um é um sistema diferente com suas linhas e estações.

Em Tokyo tem de tudo. Me fale o que procura que eu posso tentar dar dicas.

Beijinhos.


b06cfd  No.19255




[Voltar][Topo da página][Catálogo][Nerve Center][Cancer][Post a Reply]
Excluir postagem [ ]
[]
[ / / / / / / / / / / / / / ] [ dir / baaa / choroy / doomer / fur / ita / sonyeon / vichan / yuri ]